Resenha: A Maldição do Tigre — Colleen Houck

A resenha de hoje vai ser de um livro muito legal e divertido. ''A Maldição do Tigre'' foi um dos melhores livros de aventura romântica que li.
O livro têm como protagonista, Kelsey Hayes. Ela perdeu os pais recentemente, tendo que ficar com uma família adotiva, tutores. Ela quer muito entrar em uma faculdade, por isso procura um emprego para custear a faculdade. O emprego que consegue é num circo, onde tem de trabalhar duro, mas esse circo não é normal, aliás, ele é normal, mas o tigre que habita nele, não. Um tigre branco com olhos azuis atraentes, e Kelsey imediatamente se sente atraída por esse animal fantástico. Começou a se aproximar do tigre, mesmo correndo perigo, ela se sente protegida com ele. Depois de alguns dias trabalhando lá, Kelsey já se sente mais que íntima dele. Tudo isso muda quando um misterioso senhor chega no circo e oferece um dinheiro que sustentará o circo por dois anos, mas em troca ele quer o tigre. O tal misterioso também conversa com Kelsey, pedindo para leva-la juntamente com o tigre, já que ela sabe muito bem como cuidar dele. Kelsey então embarca numa viajem para a Índia. Claro que ela não imaginou que o tal tigre que ela está mais que atraída é um príncipe com mais de 350 anos que está debaixo de uma maldição, e que para ser quebrada precisa da ajuda dela, onde os dois embarcarão numa aventura. Logo não se pode deixar de fora o irmão de Dhiren (o tigre branco), Kishan, Kishan também está debaixo da mesma maldição, e ao contrário do irmão, Kishan é um tigre negro, com olhos dourados. Os dois tigres só podem ficar humanos 24 minutos por dia. Dentro do livro você encontrará palácios e santuários, deuses e deusas da Índia, um romance saudável, mitologia que nunca ouviu falar... Resumindo: o livro é fantástico.
A minha critica sobre o livro é bem razoável, nem boa nem ruim. A critica ruim é em relação à Kelsey, tem hora que ela é muito enjoativa, boba. Mas como o restante do livro é magnífico essa parte está oficialmente apagada em minha mente. Algo que também pode-se reparar é que no segundo livro vai ter um triangulo amoroso, o primeiro livro tem um conteúdo básico que dá para perceber que haverá isso, o que para mim vai ser ótimo, adoro isso. Algo que também adorei foi que a autora desenvolveu a aventura explicando tudo, você não se perde enquanto lê, sempre consegue entender sobre os mitos. O livro é muito educativo, você se diverti enquanto aprende, isso também é muito legal. A Colleen Houck conseguiu me animar muito na leitura, ela explica tudo detalhadamente, isso é muito bom, assim podemos imaginar melhor. O exemplo disso é como ela descreve todos os santuários. Os personagens são ótimos, os dois principais (Kelsey e Dhiren) também são ótimos, sempre com um pitada de sarcasmo nos diálogos, assim deixando o livro nada enjoativo. Conseguiu que os personagens se expressassem bem. E, claro que a diagramação do livro não se deixa passar. As folhas são lindas, assim como a capa, e isso eu valorizo muito em um livro, Editora Arqueiro está de parabéns. A protagonista também têm a bênção de uma deusa guerreira Durga, onde protege ela de alguns males em sua jornada, tornando-a mais fácil. Durga também têm um tigre, o que é muito legal. Acho bem legal essa relação dos tigres, que é importante na Índia. Kelsey também têm a Rainha da Serpentes em seu braço como amuleto, também a protegendo. O livro envolve profecias, tendo a primeira profecia saindo da boca de Durga:

  "Para proteção, busque seu templo
E apodere-se da benção de Durga.
Vá para oeste e procure Kishkindha,
Onde os símios governam a terra.
Um golpe da gada no reino de Hanuman;
E procurem o galho que está confinado.
Perigos espinhentos estendem-se acima;
Perigos deslumbrantes acham-se abaixo,
Estrangulam, capturam aqueles que você ama...
E os aprisionam em correntes salobras.
Lúgubres fantasmas frustram seu caminho
E guardiões aguardam para barrar sua passagem.
Cuidado quando eles começam a perseguir
Ou aceitar seu estado de determinação.
Mas tudo isso pode ser repelido
Se serpentes encontrarem o fruto proibido
E a fome da Índia satisfizerem...
A fim de não ver todo o seu povo perecer."

 Indico esse livro para vocês, super legal. Vou começar o segundo assim que chegar, o que acho que irá demorar, então assim que terminar eu resenho para vocês. Espero que vocês gostem!


 "Se os tigres têm alma, e acredito que tenham, imagino que a dele seja triste e solitária - Kelsey."

                                                                                                                                     
                                                                                                                                    Com amor,
                                                                                                                                                 Beatriz.

Um comentário:

  1. Não conheço esse livro Bibi, mas fiquei morrendo de vontade de ler!

    ResponderExcluir

Olá! Seu comentário é muito importante para nós!